PROJETANDO DINÂMICAS BIOGÊNCIAS

Podemos determinar que, a globalização como é conhecida hoje, tem seu ponto de partida na criação da ONU e os diversos órgãos que a representam. Todos os setores da sociedade têm, nos últimos 80 anos, presenciado formas de interação e desenvolvimento inéditos na historia da humanidade

De forma paralela e na mesma medida, o desenvolvimento tem cobrado de todos os biomas um preço impagável, com perdas hoje reconhecidas como irreversíveis. Governos, blocos políticos, o mundo acadêmico, diversas instituições religiosas, os meios de comunicação, ONG, empresas privadas, grandes corporações e as vozes de todos os setores da sociedade têm em grande parte conhecimento disto, mas os interesses econômicos e de poder têm falado mais alto, deixando para elas só uma auto-retórica do discurso para acalmar em alguma medida suas consciências e ficar aparentemente bem para com os registros da historia, destinando recursos econômicos mesquinhos e soluções míopes e parciais, viciadas de formas fantásticas e resultados frustrantes.

"Estamos destruindo os próprios fundamentos de nossas economias, meios de subsistência, segurança alimentar, saúde e qualidade de vida em todo o mundo. A saúde dos ecossistemas dos quais nós e todas as outras espécies dependemos estão sendo deterioradas mais rapidamente do que nunca." Estas são as conclusões do afamado cientista, pesquisador e voz referencial sobre Ecossistemas, Robert Watson PhD, da Queen Mary University de Londres UK (1)

Num documento do Fórum Econômico Mundial de Davos em 2018, foi publicado:

“A ciência nunca foi tão clara. Sabemos do real impacto, as conseqüências e a insustentabilidade do nosso modelo de desenvolvimento. À medida que continuamos a nos conectar de novas maneiras, também devemos nos reconectar à Terra. A verdade inegável é que continuamos a causar grandes danos ao planeta e que não aprendemos como crescer nossas economias sem prejudicar a natureza.” (2)

Finalmente, diversos levantamentos realizados sobre a pegada ecológica a nível global nos indicam que, desde 1970 o impacto humano na biocapacidade planetária passou a ser deficitária de forma continua e crescente. (3)

Numa linha pragmática e oposta, lógica, dedutiva e biogênica, pequenos modelos menos representativos nas suas origens, empregando os protagonistas locais, têm dado prova de resultados sólidos, eficientes e incontestáveis. Pensar, prospectar e criar pequenos grupos de trabalho onde as convicções e a coragem são as ferramentas para desafiar o establishment, têm mostrado que fazer realmente diferente é possível.

Quando Muhammad Yunus quis fundar um Banco para pobres, ou pior ainda, para miseráveis, quase todo mundo diz a ele: Você está completamente maluco. Passaram 20 anos, o Banco Grameen foi todo um sucesso, dezenas de milhares saíram da miséria em Bangladesh e o famoso Banqueiro dos Pobres, ganhou fama e também o premio Nobel da Paz.

Nossa PROPOSTA não é limpar o planeta, e sim o jardim de nossas casas. Salvar ao mundo é utopia quando parte do mundo gosta de estar perdido. Que tal começar a salvar quem quer ser salvo? Mudar bio-cinéticas de quem durante décadas tem vivido de um jeito parcial ou totalmente errado, requer de quase um milagre. Que tal criar novas gerações num contexto possível e altamente Biogênico?

Programar propostas Biogênicas depende exclusivamente da quantia e do tipo de conhecimento e de percepção, na teoria e na pratica, que se tenha em todos os setores sobre os Biómas, pelo qual em nossa proposta, toda solução, seja no tópico e no seu tamanho, passam exclusivamente pela EDUCAÇÃO.

APRENDENDO PARA ENSINAR

Os desafios para programar atividades que nos levem da euforia do sociogênico para a razão do biogênico requer muitas coisas, mas acima de tudo, fazer um giro de 180 graus. Primeiro devemos trocar DESENVOLVIMENTO por ENVOLVIMENTO, e isto é algo que nos tira de nossa zona de conforto e nos exige sacrifícios. Envolvimento com os novos paradigmas seria um “desaprender do velho e o errado pára o novo e o certo”. A menos que entendamos e aprendamos, como poderemos ensinar?

Definir ainda pontos de partida para o refletivo e as mudanças, não seria lógico de ter um inicio no topo da cadeia, na parte maior, mais longe a mais difícil. Iniciativas no local, no doméstico e primário será sempre mais fácil. Assumir auto-responsabilidade tem uma influencia incontestável. Corporativisar politicamente as iniciativas pode oferecer resultados histéricos e desastrosos, como os do GREENPEACE que para acabar com as Petrolíferas de alto amr, elas empregam embarcações que gostam fortunas em gasolina e petróleo.

Uma postura similar pode ser vista nas instituições que falam do aquecimento global, destruição das florestas e cujos hábitos nutricionais são substancialmente carnívoros.Minhas propostas Biogênicas aqui não têm o formato dos Mandamentos Sagrados que Deus em pessoa escreveu em tabuas de pedras. Toda dinâmica que se encaixe dentro do modelo de presesvar a Originar Vida, tem um espaço reservado na proposta de deducção, daprendizado,  educação e na execução.

 

NUTRIÇÃO COMO PLATAFORMA DE TREINAMENTO

O êxito de nossa proposta Biogênica requer de sustentabilidade, por isso é que, além de um conceito, Biogênicos é produto, e ainda também é treinamento, com tópicos para grupos específicos e com diversos graus de especialidade.

Nos últimos 30 anos tenho mergulhado, por estudar, praticar, pesquisar, aulas, palestras, seminários, projetos e atividades industriais, no fantástico mundo da nutrição, mergulho que está longe de chegar a suas absolutas profundidades.

A classe referencial na geração de vida é sem duvidas a da ciência da saúde. Medicina nem sempre tem a melhor visão de saúde, considerando o atuar quase majoritário com as doenças. Neste mesmo lado os Nutrólogos e Nutricionistas, as Enfermeiras, os Biólogos, Sociólogos, Psicólogos e Psiquiatras, Agrônomos, os praticas das Medicinas Tradicionais, Naturais, Alternativas e, especificamente os Professores de todas as matérias e de todos os níveis são parte da classe em que a ciência da saúde e os princípios Biogênicos têm maior espaço.

Os tópicos, pautas de treinamento, atualizações acadêmicas, aulas e palestras a disposição neste setor são:

- Macronutriçao: O novo olhar dos macronutrientes nos últimos 150 anos.

- Micronutriçao: Uma revisão das Vitaminas, Minerais e os Oligoelementos.

- Sinergismo em Micronutriçao: Fator chave na área da saúde e da terapêutica.

- Atualização sobre Oxidologia: Uma jornada com inclusão dos níveis 1, 2 e 3.

- Trofopatologias: Ponto de partida para programar um estilo alimentar BIOGÊNICO.

 

PARA OUTROS SETORES INTERESSADOS

Deixar a significância transcendental da Biogêneses unicamente no mundo acadêmico, sería dar um enorme tiro no pé. Vida é o único patrimônio que, qualquer pessoa, indistinta de qualquer diferenciação, tem como seu patrimônio absoluto. Por esta única e válida razão é que treinamentos sobre biogêneses, para qualquer setor social, estão disponíveis.

Um lar de idosos, um projeto comunitário numa praça de bairro, uma associação de condôminos de algum grupo habitacional, igrejas das diversas comunidades, filiações e denominações, entidades políticas, civis, militares, profissionais, empresas públicas e privadas e outras que assim o entendam, poderão solicitar de nós, propostas de assuntos que no específico ou no geral tenha a ver com cinéticas para cuidar, recuperar e prospectar a vida das pessoas e os biomas.

  1. https://techcrunch.com/2019/05/06/new-study-shows-human-development-is-destroying-the-planet-at-an-unprecedented-rate/

  2. https://www.weforum.org/agenda/2018/01/it-s-time-to-bring-our-planet-back-from-the-brink-together-now/

 
crystal-ball-900.jpg
 
  • Facebook

©2020 por Biogênicos. Orgulhosamente criado com Wix.com